quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Ser profeta


Dizemos que, acima de todas as coisas, deve estar o amor, a dedicação e a afirmação do propósito do que deve ser realizado. Assim é a identidade do profeta, daquele que acredita no que realiza, procura ser original e vê o que os outros não veem. Ele consegue enxergar além e age testemunhando o que é de sua convicção.

No entendimento bíblico, profeta é aquele que fala em nome de outro, em nome de Deus, por exemplo, e sente o porvir com muita serenidade. Na visão popular, o profeta é capaz de prever o futuro. Ele é pessoa dotada, que coloca seus dons a serviço do bem da comunidade, diferente de quem apenas cria sensacionalismo na vida do povo, influenciando toda a sociedade.

O verdadeiro profeta anuncia o pensamento de Deus sobre o que está para acontecer. Assim o fizeram os profetas do Antigo Testamento, preparando a realização do Novo Testamento. Certas realidades de futuro podem ser previstas, mesmo que a pessoa não seja profeta, como é o caso da tragédia de Santa Maria, RS.

Ambientes mal projetados podem ser causa de graves tragédias. Sobre isto pesa alto grau de responsabilidade, tanto de quem executa, quanto de quem fiscaliza. Significa que todos devem ter um pouco de profeta, de amor cristão e de respeito à vida. A prosperidade econômica não pode estar acima do valor da pessoa.

Na mesma dimensão, podemos colocar o problema da dengue. A proliferação do mosquito transmissor e muito rápida, tendo como causa o descuido da população. Seu combate não depende apenas da ação do poder público, mas de cada cidadão. Neste momento, todos nós temos que ser profetas na ação preventiva.

O profetismo deve nos tirar do comodismo, deve modificar as estruturas, superar as deficiências e criar dinamismo na sociedade. Por isto, o profeta é sempre perseguido e querem tirar-lhe a voz. Muitas pessoas querem ficar no peso das estruturas e dos interesses individuais, preferindo conviver com realidades que prejudicam o povo, em vez de abrir caminhos novos.

Dom Paulo Mendes Peixoto
Arcebispo de Uberaba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS