quinta-feira, 4 de outubro de 2012

ATITUDES HUMANA CRISTÃ DE QUEM COORDENA - IX


“Como bons administradores da multiforme graça de Deus, cada um
coloque à disposição dos outros o dom que recebeu” (1Pd 4,10).


O catequista que assume o ministério da coordenação deve ter algumas atitudes que o ajudem a bem animar o grupo, a dinamizar e, acima de tudo, prezar pelo humano com quem esta lidando. Por isso, achamos por bem retomar uma tradição antiga da Igreja e colocar como base para quem deseja animar, coordenar e motivar um grupo de catequistas. Vamos fazer uma breve reflexão sobre as virtudes cardeais que são a justiça, fortaleza, temperança e prudência e as três virtudes teologais que são a fé, esperança e o amor.  Este será um bom caminho para quem se propõe na arte de coordenar a ação da catequese. 

São Paulo traz para nós uma definição muito interessante sobre o significado de virtude, “Finalmente, irmãos, ocupem-se com tudo o que é verdadeiro, respeitável, justo, puro, amável, honroso, tudo o que é virtude e digno de louvor, isto deveis ter no pensamento”(Fil 4,8) 
A virtude é uma disposição habitual e firme para praticar o bem. Permite à pessoa não somente praticar atos bons, mas dar o melhor de si mesma. A pessoa virtuosa tende para o bem com todas as suas forças sensíveis e espirituais; procura o bem e opta por ele em atos concretos. (CIC, 1803) 

Desde a antiguidade, as virtudes cardeais são consideradas como atitudes fundamentais do ser humano, ainda mais para aquele e aquela que se propõe a animar a catequese e os catequistas que tem a missão de evangelizar.  Sabemos que evangelizar é acima de tudo conduzir a pessoa a um encontro com sua humanidade para poder bem anunciar Jesus Cristo centro da nossa ação na catequese evangelizadora. Seguir uma vida virtuosa significa livremente viver e praticar o bem. 

Quem lidera, coordena um grupo deve cultivar algumas atitudes necessárias para bem poder conduzir. A partir da Bíblia e do Catecismo da Igreja Católica vamos apresentar as virtudes necessárias para que você catequista coordenador medite e avalie-se para bem poder coordenar a partir da nossa vida cristã. “Se alguém ama a justiça, o fruto dos seus trabalhos são as virtudes, porque ela ensina a temperança e a prudência, a justiça e a fortaleza” (Sb 8, 7).

Pe. Eduardo Calandro
Pe. Jordélio Siles Ledo, css 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS