terça-feira, 8 de maio de 2012

Uma espiritualidade mariana


É tradição antiga na Igreja dar ao mês de maio um toque especial para homenagear nossas mães e também Maria , mãe do Mestre e de todos nós. Momento propício para conversar a respeito da presença dessa Mulher Querida no processo da catequese. Além de mãe se tornou a primeira e mais perfeita discípula  de seu Filho e por isso também grande catequista.

Hoje a catequese de iniciação à vida cristã se propõe acima de tudo formar discípulos de Jesus a partir da experiência de encontro com o Mestre.  Quem pode nos ajudar nesta busca é justamente aquela que percorreu por primeiro este itinerário. Os evangelhos focalizam de forma clara o processo de discipulado que Maria empreendeu,  enfatizando mais esta sua colaboração no Projeto de Deus do que a própria maternidade. Sua adesão incondicional ao convite (Lc. 1,38) a coloca na perspectiva do servir, condição primeira do discípulo(a). E depois acompanhando cada passo de se Filho,  acolhia  seus gestos, atitudes e Palavras meditando-os em seu coração (cf. Lc. 2,19).

Podemos, portanto, com Maria aprender  muitas coisas de metodologia para nosso processo catequético. Mais do que isto queremos, porém, mergulhar na sua espiritualidade que transparece na forma de acolher e se comprometer com a realização das promessas de Deus na história. Sua força profética em acompanhar passo por passo o caminho de seu Filho na fidelidade até a Cruz. Sua presença atenta entre os apóstolos na espera e acolhida do Espírito Santo.

Por tudo isso, mais do que falar de Maria, como catequistas, somos desafiados a assumir e cultivar uma espiritualidade mariana que desperte  um profundo amor, mais que simples devoção por essa Discípula Admirável. Maria, a pequena de Nazaré que se tornou grande no caminho de seguimento de seu Filho.

Até mais!

Pe. Décio José Walker – Assessor Nacional da Comissão Episcopal Pastoral Bíblico-catequética. 

2 comentários:

  1. Por favor, eu gostaria de saber como cadastrar os catequistas da cidade de Craíbas no blog da catequese de Craíbas. O blog é recente. Com isso eu divulgarei o blog de Vocês para que eles se cadastrem. Obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir
  2. Realmente, a Bem-aventurada Virgem Maria pode muito nos ensinar no nosso trabalho de evangelização. Pe Ermindo Rapozo de Asssis.

    ResponderExcluir

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS