sábado, 5 de maio de 2012

Importância da Palavra


Na 50ª Assembleia Geral da CNBB aprovamos um importante documento, da série azul, com o título ”Discípulos e Servidores da Palavra de Deus na Missão da Igreja”. Isto aconteceu, tendo como base a nossa consciência de que a Sagrada Escritura é de grande utilidade para o desempenho da missão da Igreja no mundo.

Nos dizeres do Apóstolo Paulo, a Palavra de Deus ensina, argumenta, corrige e educa as pessoas na fé e na prática da justiça. Seguindo essas orientações, as pessoas ficam habilitadas para conduzir suas vidas no caminho do bem, capacitadas para produzir boas obras e construir uma sociedade mais justa e fraterna.

Iniciamos o texto do documento saudando todas as comunidades cristãs espalhadas pelo Brasil, àquelas que se reúnem em torno da Palavra de Deus e procuram colocá-la em prática no seu relacionamento comunitário. Na Palavra está a fonte da unidade, os indicativos da fraternidade e as condições para uma boa convivência.

Foram muitos os motivos para a publicação deste documento. Estamos completando 50 anos do Concílio Vaticano II, evento que trouxe uma riqueza incalculável para a Igreja nos novos tempos. Um de seus documentos foi a Dei Verbum, que tratou da importância da Palavra de Deus no contesto da inspiração divina.

O novo documento leva em conta a Carta Pós-Sinodal do Papa Bento XVI, com o título “Verbum Domini”, publicada recentemente. Nela é feito quase que uma releitura da Dei Verbum, colocando a Palavra dentro das perspectivas da nova cultura. Ela reflete “Sobre a Palavra de Deus na Vida e na Missão da Igreja”.

Precisamos hoje, dentro do barulho dos novos tempos, ouvir a voz da Palavra, descobrindo nela seu rosto, que é o próprio Jesus, Aquele que nos apresenta um caminho a seguir. A Igreja é a Casa da Palavra, aquela que tem a responsabilidade de ser sua anunciadora, usando todos os instrumentos possíveis de comunicação.

A Palavra de Deus é fonte de esperança e constitui meta na vida das pessoas. Ela deve estar presente em nossa mente, na boca e no coração, sugestionando e propondo atitudes de vida e de prática dos princípios cristãos. Ela causa também entusiasmo na vida das pessoas e as tornam proféticas na vinha do Senhor.

Temos em mãos um novíssimo documento, bastante sintético, com poucas páginas justamente para que seja lido por todas as pessoas sintonizadas com a Palavra. Ele apresenta apenas três partes, que são a Palavra em si mesma, a nossa resposta diante dela e a Palavra com os caminhos da missão no mundo de hoje.

Dom Paulo Mendes Peixoto
Arcebispo de Uberaba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS