terça-feira, 17 de abril de 2012

Preparando a Leitura Orante da Bíblia

Começando nossa reflexão de hoje gostaria de lembrar que a Lectio Divina é um método - uma palavra que provém da língua grega- e significa caminho que se percorre para atingir um objetivo.

Então a leitura orante tem um objetivo! O grande objetivo da leitura orante é o encontro com o Senhor Jesus; é experimentar sua presença viva; é deixar-se seduzir por Ele; é permitir que Ele nos abra os ouvidos e os olhos para sua Palavra e para a realidade que vivemos no nosso dia-a-dia; é alimentar a nossa espiritualidade sua presença e sua palavra.


Na Bíblia encontramos vários exemplos de pessoas que abriram o coração, “não para algo do Messias, mas ao próprio Messias” e, essa abertura de coração, esse encontro com o Senhor é que possibilita iniciar um processo de discipulado, de vida em comunhão com os irmãos, de testemunho do Reino e de transformação da sociedade (cf. DAp 249).

Fazer a Leitura orante é como subir uma escada com quatro degraus ou fazer quatro passos que nos levam ao encontro com Jesus o Mestre que nos ensina como viver segundo os desejos de Deus: Leitura, Meditação, Oração e Contemplação.

Geralmente quando planejamos uma viagem, costumamos nos preparar bem para que a viagem seja a mais perfeita possível. Pois bem, para fazer o caminho da Lectio Divina, para começar subir estes degraus, algumas atitudes são fundamentais para que tenhamos êxito e o objetivo seja atingido:

1. Atitude de ESCUTA. A base da Leitura Orante é a escuta atenta e obediente à Palavra. Assim como quando conversamos com alguém, precisamos deixar que ele se expresse com sua própria linguagem, para não interpretá-lo mal, assim deve ser com quem vai fazer a leitura orante: deixar que a Palavra fale e acolher o que ela diz com coração aberto, dócil, obediente e leal sem querer que a Palavra venha confirmar nossas idéias, mas deixar que ela converta as nossas e nos capacite para a vida e o ministério que nos foi confiado.   Os resultados serão fantásticos!

Para facilitar essa escuta é necessário criar um clima de silêncio, externo e interno. O Mestre Jesus nos ensinou a rezar com o coração. Ele ia para a montanha e passava horas em diálogo com o Pai. Ele carregava em seu coração as Escrituras e meditava sobre elas com muito amor. Quando silencio o meu coração torno-me transparente diante de Deus, apresento-me como realmente sou.  Sendo quem sou, as Escrituras encontram no meu silêncio uma verdadeira caixa de ressonância onde ecoará o amor de Deus. O silêncio do coração é como a caixa do violão, onde o dedilhar das Escrituras faz soar a bela melodia do Amor de Deus.  O ambiente exterior (sala, quarto, altar, canto etc) também contribui para o êxito da oração.

2-  Assiduidade, regularidade e a gratuidade: realizar a leitura orante de forma constante faz crescer na fé. Ser persistente e não esperar resultados imediatos ao fazer a leitura orante.  Nossa tarefa é deixar que a lâmpada se acenda e cuidar para que ela se mantenha acesa. Toda oração deve ser preparada com muito amor. Numa atitude de amor, preparar a terra para receber a semente.

3-  Atitude de Fé: acreditar que o texto bíblico é inspirado, assim como o leitor também o é. Acreditar que o texto que lemos é Palavra de Deus para nós, hoje.

4-  Comunhão com a Igreja: A Escritura é um texto vivo que transmite a experiência de uma comunidade viva. O texto bíblico deve ser lido em comunidade. Mesmo ao fazer a leitura orante individual, é preciso ter presente a dimensão comunitária do texto e de quem faz a leitura orante.  Quando feita individualmente, a leitura orante prepara os momentos em grupo.

5-  Invocação ao Espírito Santo: Em comunhão com a Igreja, pedir ao Espírito de Deus que abra nosso ser para nos inserir na compreensão do mistério, da presença constante de Deus em nossa vida. O Espírito Santo é o Mestre da oração. É o Espírito Santo que mantém entre nós a presença de Jesus, caminho que leva ao Pai. Sem o Espírito Santo não há vida. Sem ele não há oração.

Maria Cecília Rover
Assessora da Comissão Episcopal Pastoral
para a Animação Bíblico-catequética

3 comentários:

  1. Excelente a idéia de publicar matéria sobre a Lectio Divina.
    Acompanharei os artigos com todo o carinho, pois, necessito caminhar com a Igreja nas pegadas do Senhor.
    Inês - Catequista

    ResponderExcluir
  2. Estou muito feliz com a Leitura Orante da Bíblia porque sou catequista de jovens e eles passaram a interessar mais sobre as leituras Bíblicas. Parabéns pela idéia.Preciso mergulhar nas aguas mais profundas.
    Obrigada - Alina

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito deste post Leitura Orante da Bíblia (Lectio Divina). Vou acompanhar sua publicação ak, pois estou precisando estudar muito. Obrigada! Catequista: Delourdes

    ResponderExcluir

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS