domingo, 1 de abril de 2012

Mídias sociais na catequese: um avanço para a evangelização!


Há não muitos anos, não se pensava que o mundo ficaria tão pequeno, ao alcance de um clique com o mouse. As notícias demoravam as vezes dias para chegar... O número de amigos que alguém poderia ter e pessoas que poderia conhecer ao longo de toda a sua vida não passava de 200, quem sabe 300 pessoas.

Hoje em dia, com o avanço da internet e das novas mídias, o cenário mudou drasticamente. As informações chegam instantaneamente, os aparelhos eletrônicos favorecem mil e uma possibilidades, com as redes sociais, podemos “ter” mais de mil “amigos”. Isso tudo tem seu valor mas certamente existem alguns riscos também. Será que deveríamos temer essas mudanças? Seria mais sensato simplesmente nos escondermos ou ignorarmos tudo isso? Não vejo que esse seja o caminho.

A pergunta que deveríamos fazer é: Como todo esse avanço, esse poder criativo tão grande pode ser usado a favor do Evangelho? Como tudo isso pode contribuir com uma área tão importante em nossa Igreja como a catequese?

O Papa Bento XVI, no ano de 2010, em sua mensagem para o dia mundial das comunicações disse algo muito importante: “Os meios modernos de comunicação fazem parte, há muito tempo, dos instrumentos ordinários através dos quais as comunidades eclesiais se exprimem, entrando em contato com o seu próprio território e estabelecendo, muito frequentemente, formas de diálogo mais abrangentes, mas a sua recente e incisiva difusão e a sua notável influência tornam cada vez mais importante e útil o seu uso no ministério sacerdotal [...] De fato, a pastoral no mundo digital há de conseguir mostrar, aos homens do nosso tempo e à humanidade desorientada de hoje, que Deus está próximo e, em Cristo, somos todos parte uns dos outros”.

A Igreja nasce do mandamento de Jesus que nos diz: “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações...”(Mt 28,19). Nessa palavra de Jesus, vemos um desejo abrangente de salvação: ir pelo mundo todo e anunciar o evangelho a todos, fazer discípulos de Jesus. Precisamos ir onde as pessoas estão, onde os jovens estão, e ali falar de Jesus, e ali anunciá-lo e formar discípulos. Podemos dizer sem medo que o discipulado começa com a catequese, com os sacramentos da iniciação cristã.

Em Aparecida, nasceu o documento tão importante com a grande motivação para sermos Discípulos e Missionários. Ser discípulo é estar aos pés do mestre Jesus, é aprender dele, e ser missionário é levá-lo a todos.

Podemos aproveitar de todos os recursos novos que a inteligência humana tem criado para vivermos esta missão. Neste sentido, esse espaço no Blog Catequese e Bíblia será o nosso ponto de encontro para refletirmos sobre como as novas tecnologias poderão ser úteis na tão importante missão que você catequista exerce na Igreja junto a essa grande multidão de crianças, jovens e adultos que tem sede de crescer na fé e no conhecimento de Jesus Cristo.

Grande abraço a todos!

Pe. Clovis Andrade de Melo

2 comentários:

  1. Parabéns!!!!!!!são assuntos que devem ser trabalhados nos grupos de jovens e principalmente em catequese.Todas essas postagens são úteis para nosso trabalho na Igreja...Muito obrigado...>!

    ResponderExcluir
  2. Muito válida esta reflexão. Temos convidado os pais dos catequizandos para encontros de aprofundamento, mas creio que mandamos a um número muito próximo de 170 emails convidando e comparecem menos que 5% (9 pessoas). Então, porque não evangelizá-los por email e por um blog? Será que isto é desejo de Deus?

    Obrigada,

    ResponderExcluir

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS