quarta-feira, 2 de novembro de 2011

ENSAIO PARA A MORTE

 A maioria das pessoas demonstra medo de morrer. No entanto, aceitamos o fato de que, pelo menos durante algumas horas, em cada dia, precisamos dormir para continuar vivendo. O dormir é, na verdade, um ensaio diário para a morte e para mais vida. E como tal é agradável e necessário! Os hormônios do sono começam a ser produzidos à medida que anoitece ou escurece. Durante o sono, nosso organismo aquieta-se, refaz as energias, as defesas orgânicas e prepara-se para nova jornada. O espírito passeia em outras dimensões e o inconsciente aflora em sonhos.

E se não acordássemos na manhã seguinte!? Vale recordar as palavras de nossos pais, sábios e precavidos, que só desejam o bem para seus filhos. É bem provável que tenhamos ouvido alguns desses conselhos: Ao sair de casa, use roupa limpa, agasalho, não aceite carona de desconhecido e volte no horário combinado. Antes de dormir, coloque os objetos no lugar certo, complete as lições escolares, deixe a roupa pronta para ser vestida ao amanhecer, louça lavada, sala em ordem, faça suas orações e peça a bênção.
Em que nos ocupamos, pelo menos, na última meia hora de mais um dia que termina? Ainda temos o costume de contar histórias, recordar pessoas e eventos de família, entoar canções suaves ou tocar algum instrumento? Artesanato, redação e leitura ainda têm espaço em nossa vida? Ou são os meios eletrônicos que recebem toda a nossa atenção?

Ao prepararmos-nos para dormir, conversemos com nosso Anjo da Guarda, que amorosamente cuida de nós e vela o nosso sono. Tenhamos um tempo de intimidade para rever o dia, ouvir a voz da consciência e agradecer a Deus. Não temeríamos tanto as inevitáveis despedidas, se esses ensaios diários fossem significativos.

Ainda há tempo de reconsiderarmos os valores que constituem os tesouros da nossa vida. Aproveitemos as oportunidades para harmonizar pensamentos e sentimentos que conduzem a ações. Reservemos tempo para atitudes de perdão e amor, preces e bênçãos.

Acolhamos o fato de que estamos aqui só de passagem. O dormir é um ensaio para a morte. Um dia nasceremos para a verdadeira vida, acordando em Deus, na vida eterna.

Texto de: Ir. Zuleides M. de Andrade, ASCJ
Curitiba-PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS