sábado, 1 de outubro de 2011

A PRIMAVERA CHEGOU!


Veja: o inverno já passou!” (Cântico dos Cânticos 2,11)
           
Há poucos dias, caminhando pelas ruas da cidade, percebi que as árvores estavam floridas, esbanjando beleza, perfume e vida. Era sinal que a primavera já havia chegado. Hoje com o desequilíbrio da natureza não é mais o calendário que nos diz quando mudam as estações. Então as árvores perceberam que era tempo de florir, porque sentiram que o inverno já havia passado!

Há pessoas que não gostam do frio e do rigor do inverno, mas ele é necessário. A pessoa sábia olha para a natureza, examina, contempla, reflete... Depois dos rigores do inverno, vêm a beleza das flores. Esta é a lógica da vida.

Na Bíblia também houve “invernos”. Tempos duros, sofridos, onde parecia que a morte ia vencer e que tudo estava perdido. Porém, foi superando as dificuldades que o povo conseguiu caminhar. Foi depois da esterilidade que nasceram os filhos de Sara, Rebeca, Ana, Isabel... Foi depois da escravidão do Egito que veio a liberdade. Foi depois da difícil e dura caminhada pelo deserto que surgiu a Terra Prometida. Foi depois do Exílio da Babilônia que o povo recomeçou a caminhada. Foi depois da longa espera que veio o Messias. Foi depois da cruz que veio a ressurreição. Foi depois do martírio que a Igreja se espalhou pelo mundo afora... Quantos invernos e quantas primaveras o povo de Deus já conheceu!

Na Bíblia temos um livro chamado Cântico dos Cânticos. É o mais belo cântico e poema que fala do amor puro e belo entre o amado e sua amada. É uma imagem do que é o amor entre Deus Criador e suas criaturas, que somos nós. Mesmo quem ama tem momentos de dor e sofrimento. Por isso, no livro, a amada procura o amado e diz “Veja: o inverno passou! Olhe: a chuva já se foi! As flores florescem na terra, o tempo da poda vem vindo, e o canto da rola está-se ouvindo em nosso campo” (Ct 2,11-12).

O belo do inverno é que ele passa... Não dura a vida toda. E ele ajuda tudo a se purificar. Meu velho pai ensinava que quando o inverno era forte, a colheita que se seguia era boa. Também a vida com suas defesas aprende a resistir ao inverno e se fortalecer.

O exemplo da natureza e da Bíblia deve nos fazer refletir: o inverno é necessário para que a vida tenha continuidade. Ele não é ruim como parece. O inverno nos ajuda a crescer e a manter a perseverança. Por isso, diante das crises e das cruzes que a vida nos apresenta não devemos apenas ver o lado sofrido e difícil, mas ver como nos fortalecer e o que de bom vai vir depois.

É nas horas de dor (de “inverno”) que Deus se mostra mais próximo, e nos mostra seu rosto mais materno e amoroso. A Bíblia e a vida nos ensinam: é preciso resistir e suportar o inverno, mas quando ele passa a vida deve florescer e tornar a perfumar o ambiente onde estamos vivendo! Não há crise e inverno que dure a vida toda. O tempo do inverno é limitado e logo dá lugar à primavera, ás flores, à alegria da mais bela das estações!
           


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS