segunda-feira, 26 de setembro de 2011

CONCENTRAÇÃO DE CATEQUISTAS DA ARQUIDIOCESE DE LONDRINA: UM MOMENTO DE GRAÇA


Por Ângela Rocha

Quem esteve ontem, dia 25 de setembro, na Concentração de Catequistas da Arquidiocese de Londrina, no Ginásio Poliesportivo do Colégio Marista, só pode descrever tudo como um momento da mais pura manifestação da Graça de Deus.

Cerca de 3.000 pessoas se reuniram no ginásio para aquele que seria um dia de formação, celebração, louvor e oração... Mas foi bem mais que isso! Foi um dia de “encantamento” pleno pelo projeto de Jesus. Ou como descreveria D. Orlando Brandes, arcebispo de Londrina, uma “bagunça catequética” e um nada delicado “sacudir” como pediu D. Albano aos presentes. È necessário sacudirmos um ao outro para assumir o discipulado missionário em nossa Igreja, como bem lembrou D. Pedro Zilli, bispo em missão em Bafatá, Guiné Bissal, que esteve presente ao evento desde domingo.

O termo bagunça, nada tem a ver com o conceito usual da palavra em se tratando da organização do evento. Tudo foi coordenado e ordenado impecavelmente. Parabéns à Coordenação da Catequese e aos padres assessores. A “bagunça catequética” que pede D. Orlando, lembra o termo usado pelos nossos pais aos escutarem as estripulias dos filhos cantando, rindo, brincando... E tem a ver com “bagunçarmos” as estruturas da catequese, assumir a Iniciação á Vida Cristã e trabalharmos por uma Animação Bíblica das Pastorais, como tem pedido insistentemente nossa Igreja.

Em entrevista no final do evento, Ir. Israel Nery, palestrante da manhã e dirigente da Celebração Mariana da tarde nos afirmou que “encantou-se” com a alegria e disposição dos catequistas da Arquidiocese de Londrina. Segundo ele, a organização esteve perfeita para um evento dessa magnitude, envolvendo tantas pessoas num espaço que nem seria o adequado, pois a acústica do ginásio deu o que fazer aos técnicos de som. Mas no final a preocupação e o capricho dos organizadores do evento superou todas as dificuldades.

Ainda sobre o evento, Ir. Nery o descreveu como “celebrante, orante e participativo”, onde os decanatos se uniram na partilha do alimento, na alegria e na disposição. Um momento verdadeiramente “ágape” nas palavras do Ir. Nery. Destacou também a importância da presença dos presbíteros e religiosas (os) e do apoio que a Arquidiocese vem dando à catequese em suas paróquias.

Ainda segundo Ir. Nery, outro ponto importante que se deve destacar em eventos como esse é: “(...) a força do laicato, da união dos agentes leigos nas pastorais, isso mostra ao clero que é preciso buscar renovação, pois a Igreja está carente de vocações sacerdotais. O Clero precisa renovar, valorizar o trabalho dessa gente.”

Ao final da entrevista, olhando para a animação e o envolvimento de todas aquelas pessoas, ele confidenciou-me um sonho: a realização de um CONGRESSO NACIONAL DE CATEQUISTAS, onde se reunissem catequistas de todo o Brasil em Aparecida, sob o manto da Mãe Maria. Um sonho “louco do Ir, Nery”, como descreveu ele rindo, mas que reuniria as lideranças da catequese do Brasil todo para pensar a catequese, celebrar, orar e louvar.

Acredito que o sonho até pode ser “louco”, mas é possível. Para Deus, nada é impossível. E penso que além de louco, é contagioso: Passei a sonhá-lo também.

Você não sonharia uma coisa tão bonita?


Um comentário:

  1. Se eu sonharia... eu sonho com um encontro desses desde que o "Catequistas Unidos" eram apenas 10 catequistas. Agora que esse encontrão tem até um nome maravilhoso e um objetivo maior, é que vou ajudar na campanha!!! rsrs

    "Sonho que se sonha só
    É só um sonho que se sonha só
    Mas sonho que se sonha junto é realidade"

    ResponderExcluir

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS