quinta-feira, 23 de setembro de 2010

VOCAÇÃO, UM SINAL DE AMOR

           A partir do momento em que encontramos Jesus em nossas vidas, percebemos que, aí sim, ela está totalmente completa. E isso nos influencia a sempre mais e mais, buscar a salvação e a intimidade com a palavra de Deus.
          Isso tudo nos deixa mais próximos da nossa verdadeira vocação, sendo ela para o celibato ou ao sacramento do matrimonio. Tenho experimentado Jesus Cristo na minha vida a partir do momento em que comecei a participar dos encontros vocacionais no Seminário no dia 16 de fevereiro de 2008, que nos deixa mais dentro da nossa intimidade vocacional e do nosso ser. E com um ano de vocacionado acolhi muitas coisas em meu coração uma delas foi servir a Deus com muita alegria.
          São Francisco de Assis um grande homem da Igreja Católica nos afirma: “Há mais prazer em dar do que receber”. Vou sempre buscar a santidade e a Eucaristia porque é o essencial para uma pessoa transformada. E é também a minha vocação. Tenho que discernir o que Deus quer do meu ser e sempre deixar o Espírito dele modelar a minha espiritualidade e as minhas decisões.

Guilherme Borges
Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio - Diocese de Franca-SP.
Tem 17 anos, está acabando o terceiro colegial e é catequista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido leitor, caso não tenha uma conta google escolha a opção anônimo e deixe seu nome no final do comentário.

Loading...

Cadastre seu email e receba nossas novidades:

Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-catequética

MAPA DE VISITAS